Se você é uma pessoa que gosta de filmes que mexam com a sua imaginação e criam fantasias na sua cabeça, você verá nesse texto um breve resumo sobre o filme de direção de James Foley, Cinquenta tons mais escuros.

Uma sequência do primeiro filme Cinquenta tons de cinza, Cinquenta tons mais escuros é mais uma adaptação do livro escrito por E. L. James e, por ser uma continuidade, é necessário assistir o primeiro filme para somente então poder ver o segundo.

Como sequência, acompanhamos Christian Grey (interpretado por Jamie Dornan) tentando reconquistar o coração de sua amada Anastasia (Dakota Johnson) depois de todos os acontecimentos no final do primeiro filme. Anastasia não faz delongas para aceitar os galanteios de seu amado e volta correndo para seus braços.

A partir desse momento temos novamente o relacionamento entre Grey e Anastasia, em que ela tenta não deixar ser dominada como no primeiro longa, fazendo de sua vida amorosa o mais normal que ela consegue. Mas, como ela conhece muito bem Grey, sabe que nem tudo em sua vida amorosa será tão fácil como ela deseja, nem mesmo uma simples descida em um elevador.

Em Cinquenta tons mais escuros, Anastasia é empregada de uma editora e seu chefe é totalmente doido por ela, em todos os sentidos. Grey tenta alertá-la algumas vezes sobre esse fato, porém sabe lidar bem com isso.

Além desse novo emprego, Anastasia precisa enfrentar os traumas e medos do passado junto com Grey, bem como com a ex-psicótica Leila e o relacionamento de Grey com Elena.

A protagonista não é contra os jogos sexuais de seu parceiro, até mesmo porque ela ama isso nele, porém não é submissa a Grey, que em Cinquenta tons mais escuros se rende aos amores dela. A partir daí os dois tentam evitar um relacionamento mais abusivo e Grey tenta controlar seu lado dominador.

Como a maioria dos filmes que são adaptados de livros, Cinquenta tons mais escuros também possui suas falhas. A mais marcante é a falta de suspense dado à questão da perseguidora, que por sinal foi resolvida muito rapidamente, assim como também o acidente sofrido por Grey.

Como ponto positivo em Cinquenta tons mais escuros, temos a confortabilidade dos atores em seus respectivos papéis, a trilha sonora é maravilhosa e os personagens são bem mais desenvolvidos nesse segundo filme.

Em Cinquenta tons mais escuros há um foco maior nos relacionamentos que são melhores explorados. Existem cenas de sexos bem fortes e intensas, seguindo a linha erótica da trilogia.

O diretor não teve medo algum de explorar o nudismo em Cinquenta tons mais escuros e, por isso, mostrou tudo o que achou que deveria ser mostrado, fazendo jus ao tema do filme.

Cinquenta tons mais escuros é um filme que não foi criado com intenções de ganhar prêmios, como o Oscar, mas sim um filme para os fãs dos livros e de histórias masoquistas como as vividas por Anastasia.

Uma surpresa foi deixada para os fãs no final do filme. Após os créditos, são apresentadas cenas inéditas do terceiro filme dessa trilogia que muito apreciada por diversas pessoas que, com certeza, encerra o segundo filme já esperando pelo lançamento do terceiro.

PARA ASSISTIR O FILME ONLINE, CLIQUE AQUI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × cinco =