Muito conhecido já no meio artístico, Sean Anders, escreveu e dirigiu inúmeros filmes que foram sucesso absoluto nas telinhas: A Ressaca, Pai em dose dupla 1 e 2 e a Família do Bagulho são alguns que merecem destaque. O seu último longa, De repente uma Família, trouxe aos espectadores, além da sua marca registrada – comédia, um tom mais dramático, que é baseado na sua própria história.

COTE ONLINE UM MELHOR PACOTE DE INTERNET PARA ASSISTIR SEUS FILMES FAVORITOS. CLIQUE AQUI.

            Caso você goste de comédias com um estilo mais família e sem palavrões, que geralmente estão presente em alguns filmes do mesmo gênero, De repente uma família, é a produção ideal para todas as horas, tanto de um sábado a noite, quanto de uma quarta-feira no começo da tarde, e para todas as pessoas – crianças, jovens e adultos, homens e mulheres.  

            No filme, um casal, Ellie e Pete – interpretados por Mark Wahlberg e Rose Byrne, depois de curtido um tempo juntos casados, decidem adotar uma adolescente rebelde de 15 anos, Lizzy – Isabela Moner, para fazer parte da família. Porém, junto com ela, vem seus dois irmãos, Juan e Lita – Gustavo Quiroz e Julianna Gamiz.

            O que é bem interessante, é que no filme De repente uma família, fica bem claro que caso você adote uma criança ou adolescente, que tenha um irmão ou uma irmã, é recomendado que eles vão juntos. Isso por conta da ligação que eles já possuem, e das histórias que já compartilharam desde pequenos.

            Então, do dia para a noite, o que era para ser apenas um, Ellie e Pete, acabam adotando três filhos e ao longo do filme, o diretor busca mostrar aos espectadores, as dificuldades da maternidade e parternidade para conseguir formarem uma família e o difícil processo de adaptação, tanto dos adultos, quanto das crianças.

            Conforme o perfil escolhido para a adoção, a fase de adaptação é diferenciada. Cada período, poderá ser maior ou menor dependendo da idade do adotado. Quanto maior a idade da criança, maior será o período de adaptação. Lembrando que cada história é uma história, e precisa ser analisada no seu todo.

De repente uma família, é um filme baseado em fatos reais. Na verdade é mais do que isso, é um filme baseado na história do próprio roteirista e diretor de sucesso Sean Anders. 

Prender a atenção dos espectadores e mostrar o quão gratificante e nobre é o ato de trazer uma criança ou adolescente a sua vida, é a principal função do filme. Adotar é escolher amar alguém e se dedicar, é mais do que isso: é dar as crianças e adolescentes a vida que lhes foram um dia, tirada.

De repente uma família, é um filme que veio às telinhas para fazer sucesso. Com uma história rica tanto em trama quanto em personagens, a comédia tem o poder de mexer com o interior do público: dos risos e gargalhadas, à fungadas de nariz e lágrimas escorrendo, De repente uma família, é um filme que se conecta aos espectadores à nível emocional.

ASSISTA ONLINE CLICANDO AQUI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezesseis − quatro =